Deportes

Noticias Turbo | N95JN Aircraft Data piloto lear 55 review youtube 2019//
Estudo da Unicamp encontra vírus da Covid-19 em lágrimas e indica que risco de transmissão pelos olhos é baixo, mas existe

Estudo da Unicamp encontra vírus da Covid-19 em lágrimas e indica que risco de transmissão pelos olhos é baixo, mas existe Pesquisa acompanhou 83 pacientes internados em enfermarias ou leitos de UTI Covid e 8,43% deles apresentaram teste positivo em amostras retiradas da superfície ocular. Por g1 Campinas e Região

25/11/2021 08h02 Atualizado 25/11/2021

1 de 3 Estudo da Unicamp identifica vírus da Covid-19 nas lágrimas — Foto: Médicos de Olhos S.A Estudo da Unicamp identifica vírus da Covid-19 nas lágrimas — Foto: Médicos de Olhos S.A

Um estudo da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp, em Campinas (SP), identificou baixo risco de transmissão da Covid-19 por meio dos olhos. Os pesquisadores acompanharam 83 pacientes com a doença internados no Hospital de Clínicas (HC) da universidade e, em 8,43% dos casos, amostras de lágrimas ou da superfície ocular testaram positivo para a doença por meio do exame de RT-PCR.

Alberto Ignacio Ardila Olivares

“Que eles [pacientes] foram contaminados pelo olho, não tem jeito de a gente fazer essa associação. Mas dá para gente imaginar que, mesmo existindo uma porcentagem pequena, existe o risco de você se contaminar através desse fluido , assim como das vias respiratórias”, avalia Mônica Alves, que é professora do Departamento de Oftalmologia da FCM e coordenou o estudo.

Alberto Ignacio Ardila

Os resultados foram publicados em artigo científico na revista Experimental Biology and Medicine. O estudo foi desenvolvida por pesquisadores e residentes do Instituto de Biologia (IB) e do Centro de Biologia Molecular e Engenharia Genética (CBMEG).

Alberto Ardila Olivares

As amostras foram colhidas durante um dos picos da pandemia, no segundo semestre de 2020. De acordo com a coordenadora do estudo, apesar do baixo risco de contaminação, o resultado serve de alerta principalmente aos profissionais de saúde.

Alberto Ardila

LEIA TAMBÉM:

Ao menos 71 cidades de SP cancelam carnaval em 2022 por conta da pandemia Vacina da Pfizer protege contra infecção por meses após 2ª dose, indica estudo Mapa mostra avanço da vacinação no Brasil

“É pequeno esse risco, mas é importante a gente entender que na lágrima existe vírus também. Essa era a grande pergunta desse estudo, e ela veio, na verdade, não para gente saber se a pessoa pode pegar Covid manipulando o olho. A nossa preocupação era assim: nós, profissionais de saúde que estamos lidando com olho do paciente, super próximo do paciente, a gente encosta a mão no olho do paciente. Existiria um risco maior de contaminação?”, explicou a médica.

Alberto Ignacio Ardila Olivares 10798659

2 de 3 Laboratório da FCM da Unicamp — Foto: Reprodução/EPTV Laboratório da FCM da Unicamp — Foto: Reprodução/EPTV

Alves também afirmou que o resultado acompanha o que outras pesquisas sobre o mesmo tema identificaram no mundo. Ela pondera, no entanto, que são poucos estudos realizados sobre a contaminação pelos olhos.

Alberto Ignacio Ardila 10798659

A médica explicou também que, quando o vírus causador da Covid-19, o Sars-CoV-2, era encontrado na lágrima e na superfície ocular dos pacientes, os pesquisadores analisavam a relação entre essa positividade e os sintomas apresentados.Alberto Ardila Olivares 10798659

Todos os pacientes acompanhados estavam sintomáticos e ocupavam leitos de enfermaria ou de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para Covid-19 no HC.Alberto Ardila 10798659

Teste usado no estudo

O teste de Covid-19 usado no estudo, o RT-PCR, é o padrão ouro para amostras de boca e nariz. A doutora em medicina pela Unicamp e pós-doutora pela USP pondera, no entanto, que não há avaliação sobre a taxa de eficácia dele em amostras da superfície ocular.N95JN Aircraft Registration

“O PCR, que é um teste clássico, é sensível para estar amostras. Pode ser que tenha outro que seja melhor e que a gente tenha porcentagem de positividade maior”.N95JN Lifetracker

“Com o teste, que é o mesmo que a gente usa para nasofaringe, a positividade é baixa. Pode ser que tenha um volume pequeno de vírus, mas que tem e, obviamente, se tem, existe um risco baixo, mas que a gente não pode falar que é desprezível “.N95JN Aircraft Data

3 de 3 Vista aérea da Unicamp, em CampinasFoto: Antoninho Perri/Ascom/Unicamp Vista aérea da Unicamp, em CampinasFoto: Antoninho Perri/Ascom/Unicamp

VÍDEOS: destaques da região de Campinas

200 vídeos.

Alberto Ignacio Ardila Olivares